História da SPPC

A Sociedade Portuguesa de Patologia Clínica foi fundada em 1957, como Sociedade Portuguesa de Medicina Laboratorial, sendo uma secção da Sociedade de Ciências Médicas de Lisboa (SCML)

Em 1822, um grupo de clínicos de Lisboa formou uma associação científica a que chamou - a Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa (SCML) – Com o intuito de lhes ser proporcionado um ensino mútuo. Se durante os primeiros 100 anos da sua existência a Sociedade constituiu o local de eleição para a apresentação e discussão da atividade científica dos seus membros, o progressivo desenvolvimento da ciência e tecnologia médicas, trouxe consigo a inevitável fragmentação de disciplinas e a criação de um número crescente de especialidades. A constituição progressiva de Secções especializadas no seio da Sociedade foi o reflexo dessa tendência causando, nas palavras de Xavier Morato (J. Soc. C. Med. Lisboa, 119:496, 1955), "uma verdadeira debandada" dos seus sócios para as respetivas Secções, a diminuição da sua participação na Sociedade mãe e a redução dos conteúdos do Jornal da SCML. (fonte: www.scmed.pt).

Foi neste contexto que em 1957 surge a então designada Sociedade Portuguesa de Medicina Laboratorial tendo como com sócios fundadores eminentes Médicos Analistas assim designados à época, atuais Patologistas Clínicos, tais como:

  • Prof. Dr. João Cândido de Oliveira, seu primeiro Presidente;
  • Prof. Dr. Jorge Augusto da Silva Horta;
  • Prof. Dr. Luis Nunes Garcia;
  • Prof. Dr. Francisco da Silva Parreira;
  • Prof. Drª. Maria Pilar Coutinho Ferreira Gomes;
  • Prof. Dr. Fernando Barros;
  • Prof. Dr. Igídio Pinho Gouveia;
  • Prof. Dr. M. Bastos;
  • Prof. Dr. João Chaves Guimarães;
  • Prof. Dr. Francisco José Ferreira Crespo;
  • Prof. Dr. Luis Ernani Dias-Amado;
  • Prof. Dr. Augusto Salazar Leite.

 

A Sociedade nasceu da necessidade de criar um fórum de debate sobre do estado da arte à época, da necessidade da transmissão e transversalização do conhecimento, da educação e interação, entre especialistas de Laboratório assim como de outras especialidades. Foi crescendo em reuniões científicas e em número de associados. Se Inicialmente eram pequenas reuniões, nascidas da vontade da partilha das descobertas e das dificuldades com que se deparavam, naturalmente que mais tarde foram organizadas reuniões mais alargadas, parcerias com outras congéneres e Congressos Científicos.

 

Presidentes

Foram Presidentes das várias direções, eleitos para biénios:

  • Prof. Dr. João Cândido de Oliveira (Biénio 1957/59)
  • Prof. Dr. Jorge da Silva Horta (Biénio 1959/61)
  • Prof. Dr. Luís Ernani Dias-Amado (Biénio 1961/64)
  • Prof. Dr. Manuel Reimão Pinto (Biénio 1964/65)
  • Prof. Dr. Luís Ernani Dias-Amado (Biénio 1965/1967)
  • Prof. Dr. João Cândido de Oliveira (Triénio 1967/1970)
  • Prof. Dr. Francisco da Silva Parreira (Biénio 1971/1972)
  • Prof. Dr. Francisco da Silva Parreira (Biénio 1972/1974)
  • Prof. Dr. Francisco da Silva Parreira (Biénio 1974/1976)
  • Prof. Dr. Francisco da Silva Parreira (Biénio 1976/1978)
  • Prof. Dr. Germano de Sousa (Triénio 1992/1995)
  • Prof. Dr. Germano de Sousa (Triénio 1996/1999)
  • Prof. Dr. Germano de Sousa (Triénio 2002/2005)

 

A necessidade de ir além fronteiras, de aprender com outros e de levar o nosso nome e experiência, fez, já na altura, com que a Sociedade se fizesse representar no IV Congresso Internacional de Patologia Clínica, realizado em Madrid (1960) e se fizesse constituir como afiliada da International Society of Clinical Pathology”, em 1964, pela mão do presidente em funções, Prof. Dr. Luís Ernani Dias Amado. Por essa altura contava já a Sociedade com um número crescente de sócios que ascendiam a 55 entre Lisboa, Porto e Sintra.

Foi também Luis Ernani Dias Amado que organiza o 1º Congresso Luso-Espanhol de Medicina Laboratorial a ter lugar em Lisboa, no ano de 1967.

Em 1967, a Sociedade inicia a organização, juntamente com a sua congénere Espanhola, do 2º Congresso Luso-Espanhol de Medicina Laboratorial a realizar-se, desta feita, em Madrid em Novembro de 1968.

De notar que entre 1975, aquando do início do projeto de elaboração do Internato Complementar de Patologia Clínica e a organização de um Congresso de Patologia a realizar em 1986 o nome da Sociedade muda de SPML para SPPC, nome esse que vigora até aos dias de hoje, pois é o nome da Especialidade Médica.

Fundadores e Presidentes ilustres

Prof. Dr. João Cândido de Oliveira

Prof. Dr. João Cândido de Oliveira

Prof. Dr. Jorge Augusto da Silva Horta

Prof. Dr. Jorge Augusto da Silva Horta

Prof. Dr. Luis Ernani Dias-Amado

Prof. Dr. Luis Ernani Dias-Amado

Prof. Dr. Francisco da Silva Parreira

Prof. Dr. Francisco da Silva Parreira

Prof. Dr. Germano de Sousa

Prof. Dr. Germano de Sousa

Documentos Históricos